.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

blogs SAPO

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Terça-feira, 27 de Outubro de 2015

Pare Escute e Olhe

Nos últimos dias os jornais portugueses não fazem outra coisa do que falar sobre Luaty Beirão.

Entendo, pois esta em causa um cidadão português, detido em Angola pelo simples facto de reclamar democracia naquele país.

Este português é acusado de tentar derrubar o actual regime angolano ao participar com outras pessoas, menos de 30, numa manifestação silenciosa.

Neste episodio como em tantos outros o que mais me tem impressionado (e mesmo incomoda) é a subjugação do estado português nos últimos anos ao estado angolano.

Mas não é só o actual governo que está surdo e mudo, todos os principais partidos políticos portugueses sofrem da mesma maleita

Estando em causa um cidadão nacional, detido sem culpa formada, o senhor primeiro-ministro já devia ter-se pronunciado. Mais: onde anda a indignação, no espaço político nacional, relativamente a este assunto?

Quando condenamos a falta de liberdade temos de ter a coragem e a frontalidade de a condenar tanto à direita como à esquerda. Diferenciar uma ditadura seja ela em Angola, na Venezuela, na América do sul é ter uma noção de liberdade esquartejada pelos interesses partidários.

A não existência de liberdade de expressão em Angola é a mesma da falta de liberdade em Cuba para a existência de partidos políticos, a falta de liberdade na Rússia para que os homossexuais possam existir, a falta de liberdade que existiu no Chile no tempo de Augusto Pinochet, a falta de liberdade na China etc etc.

Acontece que o poder politico, comandado pelo poder económico, deixou-se dominar por estas questões importantíssimas numa sociedade moderna e com liberdade de expressão.

Angola é uma realidade mil vezes repetida em Africa onde a primavera árabe ainda não chegou.

A liberdade de Luaty Beirão é também a nossa liberdade.

A liberdade de dizer não a estes processos ditatoriais do pensamento formatado, de quem quer pensar por nós, a liberdade de condenar esta hipocrisia patente em todos os actores políticos (e mesmo em alguns jornalistas).

 

Intervenção de ontem na Rádio Cruzeiro de Odivelas

publicado por Tubarão às 08:23

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.