.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

blogs SAPO

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Terça-feira, 29 de Setembro de 2015

Liberdades

Todos os dias somos confrontados com questões relacionadas com a(s) nossa(s) liberdade(s)

A venha frase de que a nossa liberdade começa quando a do “nosso vizinho” acaba é cada vez mais verdade.

A liberdade de pensamento individual, a liberdade de opinião, a liberdade de circulação e tantas e tantas liberdades de que nem sempre se respeitam.

Esta semana gostava de partilhar neste espaço alguns conceitos de liberdade que não vejo respeitados:

1-Recentemente houve alterações no código da estrada que reconheceram a todos os que se deslocam de bicicleta os mesmos direitos que a todos os outros condutores de veículos motorizados.

Foi uma medida importante mas pelos vistos não foi bem recebida por todos os ciclistas.

Hoje quando circulamos vemos muitos portugueses pedalando, mas nem todos respeitam a lei.

Todos os dias vejo pessoas que circulam com as suas bicicletas pelos passeios, que não respeitam os sinais luminosos etc. etc.

Com estas atitudes não estão a respeitar a lei e abusam da liberdade que lhes foi concedida.

No passado sábado assisti a um atropelamento por uma bicicleta, em pleno passeio, de uma senhora idosa e que ficou bastante magoada.

2-Começou o ano lectivo e vieram novamente para os jornais as praxes.

Através da imprensa ficamos a saber a forma como os novos alunos do ensino superior, os que se sujeitam às praxes, são tratados.

Humilhados e até em alguns casos agredidos.

Sempre fui um defensor do espírito académico, mas nos últimos anos têm existido demasiados casos graves pelo que as praxes devem ser repensadas.

 

3-A União Europeia assenta os seus pilares na igualdade e nos direitos de todos os seus cidadãos.

Os tratados que os países subscrevem quando aderem à UE consagram deveres para com quem pede asilo.

Existe nesses tratados o direito à liberdade.

 

A Hungria, onde recentemente uma ampla maioria de deputados aprovou uma lei que permite disparar balas de borracha sobre os refugiados ou mesmo invadir habitações para verificar se as mesmas dão guarita a refugiados, é um país da EU.

Anteriormente, já o seu louco presidente tinha ordenado a colocação de arame ao longo das fronteiras de modo a impedir a entrada de refugiados.

Uns dias depois outros países lhe seguiram o exemplo, estados que ainda muito recentemente tal e qual como na Hungria a liberdade era proibida e quem colocasse em questão os regimes ditatoriais era abatido.

Sempre defendi a liberdade de pensamento a liberdade de expressão e todas as outras liberdades que estão inerentes a um cidadão livre em pleno século XXI.

Defendo-o como cidadão e como princípio da liberdade individual e não porque qualquer projecto assim mo obriga a reconhece-lo.

Nunca na vida poderei estar de acordo com frases como “Morte aos traidores” que o MRPP apregoa nos seus cartazes nem com as atitudes de puro racismo como as que recentemente um grupo de militantes da CDU foi alvo.

Convêm é não instigar a essa violência para a mesma não se virar contra nós!

(Intervenção de ontem na Rádio Cruzeiro)

publicado por Tubarão às 00:01

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.