Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

01.02.16

De Joelhos


A recente visita do presidente do Irão à Europa veio trazer novamente à baila a questão dos valores ocidentais.

O primeiro-ministro italiano resolveu colocar biombos em volta das estátuas que representam figuras nuas, durante a visita do líder iraniano. Mais: contrariamente ao habitual nas cerimónias de boas vindas não foi servido vinho.

Quando visitamos países com valores diferentes do nosso temos o dever e a obrigação de respeitar o que esses mesmos países entendem como correcto. Já me descalcei para entrar em templos, já vi mulheres terem de cobrir os ombros e a cabeça para entrarem nesses mesmos templos.

Esta estupidez completamente tacanha de tapar estatuetas não é mais do que um ajoelhar do ocidente perante um representante de outras culturas.

Respeito essas mesmas culturas, mas não havendo um esforço reciproco não me parece que seja um acto de boa educação o que acabámos de assistir, mas sim um gesto de capitulação da cultura ocidental.

 

Para além da censura dos nus, houve bastante precauções para que o presidente iraniano não fosse fotografado junto à enorme estátua de Marco Aurélio (imperador romano) por causa do realismo dos órgãos genitais do cavalo em que o mesmo se apresenta……………

Mais grave ainda é quando todos os comentadores “colam” estas atitudes com o facto de o Irão ter vindo à Europa com a carteira cheia, ou seja, o dinheiro do Irão fez cair os valores ocidentais em Itália.

Só em Itália o Presidente do Irão assinou contractos no valor no valor de 17 mil milhões de euros, o que é significativo……………….

Esta foi a primeira visita de um Presidente do Irão à Europa, nos últimos 16 anos, e só foi possível depois do levantamento do embargo aquele país que aceitou assinar um acordo para colocar fim ao seu programa nuclear.

Avisado pela polémica o Presidente Francês, François Hollande, anulou o almoço previsto com o presidente iraniano.

“Não bebem vinho? Então não temos almoço “ – foi a resposta do Eliseu.