.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

blogs SAPO

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Terça-feira, 25 de Setembro de 2012

Eterno , Eterno é só Benfica

ALGUNS ESCLARECIMENTOS QUANTO A UMA POTENCIAL CANDIDATURA AOS ORGÃOS SOCIAIS DO SPORT LISBOA E BENFICA

Em Agosto último, disse que a 5 de Setembro iria anunciar o nome de um candidato à Presidência do Benfica que disputaria as eleições que deverão ocorrer, previsivelmente, a 26 de Outubro próximo.

Esta candidatura tinha como um dos principais pressupostos ser a única que se apresentaria por parte de quem se opõe ao actual estado de coisas no Benfica.

No entanto, sinais de uma segunda candidatura, com os mesmos propósitos que a que pretendíamos apresentar, começaram a avolumar-se.

Desse modo, e mesmo estando consciente dos comentários desagradáveis que tal situação acarretaria, decidiu-se não avançar com essa candidatura e dar todas as possibilidades que a “oposição” não se dividisse e que uma candidatura com reais possibilidades de vencer pudesse ser lançada.

Neste momento, e aproximando-se a data das eleições, percebo a preocupação de muitos dos Benfiquistas, mas estou em crer que essa candidatura ainda é possível e é, sobretudo, muito desejável.

A todos que me têm criticado, queria dirigir-lhes umas palavras.

Eu tenho sido daqueles que mais têm lutado.

E não é de hoje.

Aquilo que eu disse em 2009 , infelizmente, aconteceu.

Em 2009, disse claramente que o Benfica não tinha um modelo capaz de lhe garantir vitórias desportivas sustentáveis e que estava a caminhar para o abismo financeiro.

Sem alegria constato que tinha razão e que, hoje, isso são evidências para qualquer pessoa que pense pela sua própria cabeça.

Tenho sido confrontado com insultos e sido responsabilizado por não propor nenhum candidato.

Mas deixem-me que vos diga uma coisa: eu não me posso candidatar!

Eu não me posso candidatar porque alguns sócios do Benfica (poucos) alteraram os estatutos para me impedirem a mim e outras pessoas que fizesse concorrência ao actual Presidente que se pudessem candidatar.

Se eu pudesse candidatar-me não hesitaria nem 1 segundo.

Já estaria a apresentar as minhas propostas para a salvação do Sport Lisboa e Benfica.

Para a salvação, digo de propósito, pois é disso que se trata.

Acho graça a alguns que dizem que nunca viram uma ideia minha.

Lembro a esses que, em 2009, apresentei um projecto detalhado para todas as vertentes da vida do Benfica.

Sei bem que ninguém o leu e que o actual Presidente do Benfica ganhou as eleições com mais de 90% sem ter escrito, ou sem lhe terem escrito, uma só linha, uma só ideia.

Agora, é que alguns se lembram do projecto?

Descansem esses, pois eu apresentarei o meu projecto daqui a poucos dias.

Parece-me incompreensível que se virem contra mim e me exijam tudo!

Repito, eu não me posso candidatar!

Tudo tenho feito, nos bastidores, para encontrar soluções.

Atrevo-me a dizer que devo ter sido a pessoa que mais esforços fez para viabilizar uma candidatura.

Parece-me importante dizer que o contexto é muito difícil.

Difícil porque há uma gritante falta de democracia no Benfica.

Quem aparece tem que ter sempre um interesse oculto, tem sempre que estar ao serviço de alguém, é insultado, é enxovalhado, é um abutre.

Eu sei disso por experiência própria.

Depois tem, ainda, que enfrentar um sistema em que 200 sócios com 50 votos valem tanto como 10.000 com 1 só voto.

Se alguém avançar tem ainda de se confrontar com 12.500 votos entregues às Casas do Benfica, tem que se deparar com uma Benfica TV sectária, com um jornal do Benfica tendencioso, com um voto electrónico que não garante nada e não permite recontagens.

Mesmo assim, creio que ainda podemos ter esperança que este sistema podre enfrente oposição.

Mas se não tiver, não serei eu a atirar a primeira pedra.

Só tenho pena que as pedras e incompreensão sejam dirigidas a quem mais luta e a quem há mais tempo vem avisando para o desastre iminente.

Termino dizendo que continuarei a fazer tudo o que posso enquanto achar que vale a pena e não posso deixar de agradecer a todos aqueles que me têm apoiado nesta nossa luta porque é uma luta justa e é uma luta por algo que nós amamos: o Sport Lisboa e Benfica!

Bruno Carvalho
Presidente do Grupo da Luz
 
tags:
publicado por Tubarão às 00:56

link do post | comentar | favorito