Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

01.12.10

Para que conste................


Adesão ao CLASO – Conselho Local Acção Social de Odivelas

 

 

O Movimento Odivelas no Coração é uma Associação que tem por objecto a promoção do exercício de cidadania e da actividade cívica no Concelho de Odivelas. A sua actividade promove o incremento do espírito cívico, realizando actividades de natureza social que beneficiem a qualidade de vida no Concelho e o bem-estar da população. Em suma, o Movimento Odivelas no Coração – Associação, propõe-se intervir socialmente no Concelho de Odivelas.

 

Assim, com base nestes pressupostos iniciámos no passado dia 09 de Março do corrente ano, o processo de adesão ao CLASO através da entrega em mãos da Ficha de Adesão respectiva, na Divisão dos Assuntos Sociais da Câmara Municipal de Odivelas.

Onde nos foi igualmente transmitido que a próxima sessão do CLASO ocorreria em finais de Outubro e que até teríamos bastante tempo para formalizarmos a nossa candidatura.  

 

No início de Setembro, contactámos os mesmos serviços via telefone, para nos inteirarmos da morosidade de resposta.

Desse contacto resultou a transmissão que efectivamente teria sido enviado em 29 de Julho de 2010, uma informação via e-mail proveniente do gabinete da Vereadora com o pelouro da Acção Social – Sra. Fernanda Franchi, no qual nos era solicitada uma cópia do nosso Plano de Actividades bem como dos nossos Estatutos.

 

O MOC – Movimento Odivelas no Coração não foi recebedor de tal informação e demos imediatamente conta dessa situação.

Com o diligenciar do apuramento de tal “extravio” por parte dos serviços a par da recente reorganização dos serviços através de uma nova chefia, só conseguimos entregar tais documentos novamente em mãos à equipa técnica afecta à Rede Social em 13 de Outubro de 2010.

 

Daqui resultou igualmente um pedido de desculpas verbal em que nos foi veemente assegurado que o processo iria ser bem encaminhado e que o MOC, iría ser informado o quanto antes para comparecer na próxima sessão do CLASO que ocorreria dia 09 de Novembro de 2010.

 

No dia 5 de Novembro, e em virtude de mais uma vez não termos sido contemplados com nenhuma informação relativamente à nossa presença na sessão do dia 09 de Novembro, foram contactados mais uma vez o mesmo serviço e sempre o mesmo interlocutor.

Daqui resultou a informação que, a sua chefia ainda não o teria realizado tal contacto, que o iria fazer mas não haveria qualquer impedimento no que diria respeito á nossa comparência, e mais que o MOC até faria parte da lista dos potenciais aderentes ao CLASO constantes do ponto Nº 2 da ordem de trabalhos da supra mencionada sessão. Inclusive foram-nos até facultados todos os dados da reunião via telefone, nomeadamente local data e hora.

 

Nada disto se veio a verificar a não ser a recepção de um sms que recebemos ás 20h15m da véspera da reunião que se iniciaria às 9h30m da manhã, informando-nos que o MOC só poderia estar presente na próxima sessão do CLASO e não na sessão de 09 de Novembro de 2010 como estaria inicialmente previsto em virtude de aguardarem os pareceres jurídicos solicitados ao ISS.

 

Esta sucessão de acontecimentos permite-nos concluir que, efectivamente este processo é o reflexo de uma total inoperância sem precedentes por parte dos serviços técnicos afectos à Rede Social, ou por parte dos serviços que enquadram tal competência.

Restaria sermos conhecedores que tais constrangimentos não se teriam eventualmente verificado com as restantes entidades proponentes, e que com essas sim o processo terá sido conduzido de outra forma tanto mais que se fizeram representar nesta sessão, conforme facilmente se poderá comprovar com a posterior publicação ou divulgação da respectiva Acta desta sessão de 09 de Novembro de 2010.

 

Convém referir que tais sessões do CLASO se realizam duas vezes no ano e que para a próxima que ocorrerá no próximo ano esperamos que os serviços já tenham em sua posse os pareceres jurídicos necessários para que o MOC seja proposto à deliberação dos demais membros que compõem o CLASO.

 

 

O Conselho Directivo

1 comentário

Comentar post