.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

blogs SAPO

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Sexta-feira, 9 de Outubro de 2015

António Costa

Não me pronuncio se mal ou bem mas o certo é que estas eleições acabaram no domingo com todo o mundo a criticar António Costa e depois da atitude, impensada, de Cavaco Silva o mesmo aparece como a "noiva" com quem todos querem casar !!!!

publicado por Tubarão às 14:35

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Outubro de 2015

Existem malucos para tudo...................

Folhetim de Voto.jpg

 

publicado por Tubarão às 14:59

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quanto vai receber cada partido pelo seu voto?

Mais de 14 milhões de euros serão distribuídos pelos oito partidos que conseguiram mais de 50 mil votos nas eleições legislativas de domingo. Por lei, cada partido que reúna mais de 50 mil votos ou que consegue eleger representantes para a Assembleia da República tem direito a um subsídio anual de 2,84 euros/voto.  

Com quase dois milhões de votos, a coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP) vai receber 5,6 milhões de euros pelos 99 deputados, aos quais se juntam os cinco deputados eleitos pelo PPD/PSD Madeira (que irá receber 230 mil euros).  Já o PS, com 1.741.362 votos, vai receber cinco milhões de euros, o que representa um aumento de 500 mil euros anuais nas contas dos socialistas.  O Bloco de Esquerda, que conseguiu "o melhor resultado de sempre", vai receber uma subvenção anual de aproximadamente 1,6 milhões de euros, enquanto a CDU receberá 1,3 milhões de euros.  Por sua vez, o Partido-Animais-Natureza (PAN), que pela primeira vez elegeu um deputado, deverá receber, anualmente, 212 mil de euros, aos quais se somam uma subvenção de 30 mil euros para gastos de assessoria parlamentar e outras despesas de funcionamento.  Mas não são apenas os partidos com deputados eleitos a receber este subsídio. O PDR, que conseguiu 172 990 votos, e o PCTP/MRPP, com 169 886, também terão direito ao financiamento.  O partido de Marinho e Pinto vai receber 173 mil euros, enquanto o partido de Garcia Pereira receberá 170 mil euros.   Segundo a  TSF , a somar-se a estes 14 milhões de euros, os partidos irão ainda dividir os 6,8 milhões de subvenções públicas relativas à campanha eleitoral destas legislativas. Esta divisão terá em conta os votos e as contas que cada partido tem de entregar no Tribunal Constitucional.  No entanto, o valor recebido por voto diminuiu das eleições legislativas de 2011 para as eleições deste domingo. O valor corresponde a 1/135 do salário mínimo nacional registado em 2008. Ou seja, 3,16 euros, valor que desde 2013 e até 2016 sofreu um corte de 10% para 2,84 euros.  Também a abstenção aumentou de 2011 para 2015, o que levou a que o valor disponível para os partidos diminuísse. Em 2011, com o voto a valer 3,16 euros, os partidos tinham disponíveis 16 milhões de euros, ou seja, mais dois milhões de euros que em 2015.

tags:
publicado por Tubarão às 00:03

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Outubro de 2015

Vergonhoso..............

Não vi ontem o programa onde está aquele senhor (?), em representação do meu Clube, de seu nome Pedro Guerra.

Esteve também presente Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Estive agora a ver alguns excertos e digo-vos: tenho vergonha em ser representado pelo tal senhor e espero que os meus amigos sportinguistas também sintam o mesmo em relação a Bruno de Carvalho na noite de ontem.

 

publicado por Tubarão às 22:06

link do post | comentar | favorito

AIR FRANCE

Parece que pelos lados de França o dialogo foi com murros.

Obelix e Austerix no seu melhor ................................................

tags:
publicado por Tubarão às 19:05

link do post | comentar | favorito

As eleições e a Republica

Só podemos falar de eleições.

As legislativas que se realizaram no passado domingo.

Houve quem ganhasse perdendo e quem perdendo ganhasse.

Depois houve um vencedor em toda a linha: O Bloco de Esquerda.

A coligação ganhou as eleições mesmo perdendo deputados e a maioria que confortavelmente tinha como sustentáculo.

A votação de ontem, na coligação que está no governo, é exactamente igual (diferença de 0,2) ao resultado do PSD nas eleições de 2011, digamos que a votação do CDS desapareceu………..

O Partido Socialista perdeu as eleições (estava em causa o primeiro lugar) aumentando o número de deputados. António Costa, mesmo assim, não tem ninguém dentro do PS que lhe possa fazer frente e que possa colocar em causa a sua liderança.

Nunca a votação no PSD, PS e CDS foi tao baixa como nestas eleições.

O grande vencedor da noite é o Bloco de Esquerda. Aumentou muito significativamente o número de deputados e o número de votos.

Catarina Martins, não é demais dize-lo, foi a estrela desta campanha é a mulher do momento.

Mais, consegui catapultar para as calendas os que abandonaram o Bloco.

A CDU também está de parabéns. Mais uma vez consegue manter o seu eleitorado aumentando até em um deputado, o número de representantes com que fica no parlamento.

O único revés, se assim se poderá chamar, foi o facto de ter sido novamente ultrapassada pelo Bloco.

A grande surpresa da noite acaba por ser o PAN. Força politica que se identifica nos seus conteúdos programáticos como defensora dos direitos dos animais e da natureza, elegeu um deputado.

Dos pequenos partidos o PDR e o PCTP/MRPP estiveram quase a eleger um representante na próxima legislatura apresentando votações a rondar os 60.000 votos, ficam agora com uma subvenção de mais de 150.000 euros por ano.

O Livre é uma das desilusões da noite com os seus 0,72%, apesar de ter sido levado ao colo por quase toda a imprensa, assim como aquela coligação do PTP+AGIR (confesso que não sei se é assim a designação) que Joana Amaral Dias inventou para poder concorrer a estas eleições sem ter o trabalho de formar um partido.

Para além da análise relativamente aos partidos é sempre de realçar, pela negativa, o nível da abstenção e a percentagem que já atinge os votos brancos e nulos.

Estes resultados levam a actual coligação a alterar a sua postura perante o parlamento e a repensar a estratégia, da mesma coligação, tendo em vista as eleições presidenciais.

A reforma do actual sistema da segurança social, que esteve no centro do debate politico durante a campanha, está agora dependente dos acordos com o PS não podendo o parlamento de uma forma displicente cortar mais pensões.

Hoje comemora-se também a implementação da república.

Não se entende o porque, do senhor Presidente da Republica ter anunciado não estar presente nas comemorações desta data.

Segundo deu a entender, não o fará devido ao facto das eleições se terem realizado ontem e poderem tirar-se conclusões precipitadas da sua presença.

Queria informar que quem marcou a data das eleições de domingo não fui eu, foi o Dr. Cavaco Silva!

(artigo para a Radio Cruzeiro)

publicado por Tubarão às 10:41

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2015

Radio Cruzeiro

12107151_515516741938934_3133940451001933792_n.jpg

Ontem estive na Radio Cruzeiro a comentar os resultados eleitorais numa emissão que começou as 19,30 e terminou pelas 23 Horas, na companhia do Fernando Sousa e Silva e do Paulo Bernardo e Sousa.

Excelente experiencia conduzida por um profissional competentíssimo: Luís Filipe Silva

tags:
publicado por Tubarão às 08:40

link do post | comentar | favorito