Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

16.10.14

Direito à greve e à dignidade!


Hoje gostava de vos escrever a propósito da habitual greve do metro (está outra a caminho) com que periodicamente os odivelenses são brindados.

Os últimos argumentos, favoráveis à referida paralisação, eram: “pela dignificação do serviço publico” e “contra a privatização da empresa”.

Vamos por partes. Pois elas são diversas.

Estamos então perante uma paralisação (esta ultima de 24 Horas) em que não esta em causa aumentos salariais, mas sim, questões politicas.

Questões salariais, não faziam sentido, quando alguns trabalhadores, no final do mês, (depois de trabalharem por turnos) levam para casa mais de 2.000 euros.

Pergunto eu: um trabalhador dignifica o serviço público quando coloca outros trabalhadores a subir a Calçada de Carriche a pé?

Pergunto eu: numa democracia os transportes não podem ser privatizados porquê?

Será que sendo a empresa privatizada acabava o “regabofe” destas greves sem sentido?

Os trabalhadores do metropolitano ao decretarem greve pensam nas pessoas que ganham 500 euros mensais e compram um passe que rondam os 50 euros (10% do ordenado bruto), para depois não poderem usar o meio de transporte?

Pergunto eu: porque não desenvolvem a vossa luta entre as 10 e as 16 H?

Querem dignificar o transporte público dos quais são trabalhadores?

Proponham, que o metropolitano funcione toda a noite, de 6 feira para sábado e de sábado para domingo, como na grande maioria das capitais europeias. Contribuíam e muito para o serviço publico.

Principalmente aos jovens!

Nota: na minha primeira crónica (a anterior) assumi-me de direita.

Fui “abordado”.

Para que fique claro: sou essencialmente uma pessoa de valores democráticos e com muito respeito pela liberdade de cada um.

José Barão das Neves (artigo desta semana na Radio Cruzeiro de Odivelas)

15.10.14

Cotações de cobrança de impostos !!!!


As televisões e as rádios podiam , em 2015, fazer todos os dias uma espécie de cotação de cobrança de impostos.

Os contribuintes assim mantinham-se informados se iriam receber algum retorno de IRS.

Tipo cotações das acções mas em versão caseira. 

Haja decoro e bom senso porque parece que já tudo é permitido para enganar o povo!

 

14.10.14

Pires de Lima


As declarações do senhor ministro da economia , a propósito da PT, são pouco cuidadosas para não dizer que são uma vergonha.

Se pensava assim porque razão só fala agora ???

Agora fala todo o "mundo" pelo que mais valia estar calado !

11.10.14

Madeira, Açores e Continente


Slide21.JPG

 

Voltando ao tema que já esta semana aqui deixei , acho importante recordar mais alguns dados relativamente a este assunto.

Estas mesmas subvenções tem um valor de 5 milhões de euros na Madeira, 880 mil euros no continente e 870 mil euros nos Açores. Para que conste !

Ou seja , e em traços largos, um deputado madeirense custa-nos 113 mil euros ano, um deputado açoriano 15 mil euros e um deputado continental 4 mil euros.

Conclusão,( minha,) o parlamento onde menos democracia existe (se existir.....) é o mais caro ao erário publico.

Talvez fosse razoável fazer-mos um referendo na ilha questionando os madeirenses se querem ser independentes !

Eu agradecia !