Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

TU-BARÃO

Órgão de opinião própria sem periodicidade e com muita vontade de emitir opiniões sobre o nosso quotidiano

03.10.13

Eleições Autárquicas com uma visão pessoal


Tenho, já o referi mais que uma vez, fortes amizades construídas na actividade politica.

Depois, tenho respeito pelo percurso de alguns actores políticos, que não sendo meus amigos têm construído uma percurso.

Do CDS ao BE respeito para ser respeitado .

Nestas eleições tive neste "mundo de amizades e conhecidos" vencedores e vencidos.

Aos que ganharam deixei já os meus parabéns !

Aos que perderam deixo uma mensagem de esperança e que acreditem no que defendem para continuarem na luta.

Ao universo, destes dois estados de alma, tive a preocupação de lhes enviar uma mensagem no dia 28 .

É muito fácil viver na sombra de quem ganha !

É muito fácil dizer que estamos com os vencedores!

 

 

 

02.10.13

Vitorias e Derrotas


Em questão de eleições ou se perde ou se ganha . Não há empates (por acaso até houve..........).

Ganha quem fica em primeiro e ganha de uma forma a não deixar duvidas quando ganha por maioria absoluta, como foi o caso do PS para a câmara de Odivelas, assim como ganhou a nível nacional.

Depois aparecem analises de que "houve muita abstenção" "só votaram x " etc etc mas o certo é que quem fica em primeiro ganha.

Em 4 freguesias o PS ganhou 3 ( a outra ganhou a CDU) tendo obtido Rogério Breia a Maioria absoluta na Povoa de Santo Adrião.

Ganhou a CDU tanto a nível nacional como a nível do concelho, pois consegui na generalidade uma subida acentuada da votação e, se me permitem, conseguiria mais se tivessem posturas idênticas em todas as freguesias de Odivelas.

Perdeu o BE no pais e ganhou em Odivelas pois passou a ter representantes em todas as assembleias de freguesia e 2 elementos na assembleia municipal quando até aqui José Falcão estava sozinho.

Ganhou o CDS no pais e perdeu em Odivelas . Passar de 1 para 5 câmaras municipais é sempre uma vitória de Paulo Portas digam o que disserem. Perdeu em Odivelas porque não consegui aquilo a que se proponha que era ganhar e ficará só com Isabel Galriça Neto na Assembleia Municipal.

Perdeu o PSD a nível nacional e a nível local. A nível nacional já todos conhecemos razões e números da derrota. A nível local perde porque fica só com 2 vereadores e porque perde a única presidência de junta de freguesia que tinha.

Restam as contas que a Assembleia Municipal nos vai obrigar a fazer e teremos sempre de somar duas forças para obter a maioria absoluta!

Acho que já fiz a "prova dos nove" !

 

 

01.10.13

Abstenções Brancos e Nulos....................


Confesso que me fez, e continua a fazer, muita confusão o facto de abstenção ser tão elevada.

Leio um conjunto de analises/opiniões tentando atribuir a culpa aos mais variados factores, alguns até um pouco esquisitos.

Quando os representantes partidários arranjam desculpas para a abstenção é porque não conseguem perceber o que os rodeia.

Entre as mais variadas razões do divorcio existente, entre o povo e a política, na minha modestíssima opinião, está o facto de todo este hiato de tempo que se vai seguir, até às próximas eleições as forças partidárias se fecharem em salas e não "falarem" com a sociedade civil.

Iremos, nas próximas eleições, assistir novamente a pedidos de reuniões, a visitas a centros de saúde etc etc

As forças partidárias têm de perceber que um candidato autárquico não se escolhe em Abril (ou mesmo em Junho) para ir às urnas em Outubro

Vai ainda demorar algum tempo, mas julgo que com o decorrer dos anos mais algumas personalidades como Rui Moreira irão surgir e vão ser eleitas para presidir aos destinos de municípios .

De qualquer forma (e sendo contra o voto obrigatório) julgo que quem foi eleito, ou quem ficou com maiorias absolutas tem toda a legitimidade democrática para exercer o poder que lhes foi atribuído pelos votos apurados.

Quanto aos votos brancos a minha leitura é muito simples: é um direito e julgo que um direito perfeitamente assumido por quem exerce essa forma de voto!

Reparem nos resultados em Odivelas e vejam em que lugar ficava uma força politica que tivesses os votos dos votos brancos apurados (e até dos votos nulos).

Quanto aos nulos, o caso muda de figura, uns são assumidíssimos outros são-no porque depois na contagem dos votos existe pessoas com espíritos completamente diabólico.

E, quando começam a ter a noção que perderam então ainda reagem pior. Mas apelidam-se de democráticos !

São fanáticos e perigosos !

 

Pág. 4/4