.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

blogs SAPO

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Sábado, 4 de Dezembro de 2010

Ricardo Araujo Pereira

O Joaquim Lourenço tem razão, só um Gato para nos fazer rir assim !

tags:
publicado por Tubarão às 00:04

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

Dividendos , Mundiais, Circulos e Ilhas

Engraçado ouvir alguns senadores do nosso jardim, sobre a questão dos dividendos, dos mundiais, etc ontem na Quadratura do Circulo.

Sim .............mas..............também...........sempre fui a favor..............e eis que surge um lobo que parece um cordeirinho.

O tal lobinho claro que está a favor da distribuição dos dividendos sem impostos, e contra a realização do Campeonato do Mundo de 2018 em Portugal ( quer-me parecer que se fosse na Ucrânia ficava ainda mais satisfeito), é de uma falta de valores que não lembra o diabo.

Os outros companheiros do programa (?) de debate politico ficaram pelos sim.......mas........talvez.......,  mas este senhor sendo parte interessada na matéria, podia quanto muito ter dito que era uma opinião pessoal mas não a sua intervenção primou pela falta de "rigor ético" em tempos de crise.

Não sou a favor de alterações de lei cada vez que existe algo que não concordamos e julgo que as empresas estão a agir dentro da legalidade mas bolas andamos nós a dizer que os credores estão sentados em Badajoz esperando ordem para entrar, tipo cobrador do fraque, e depois vemos estas atitudes pouco éticas de alguns não lembra o diabo.

Acaba o programa mudo de canal, fico a saber que nos Açores o Sr Carlos César vai atribuir um subsídio, igual ao valor que descontarem nos ordenados dos funcionários, a esses mesmo funcionários!!!!!

O que ? Ouvi bem ?

Exactamente! O governo nacional pede sacrifícios aos portugueses mas nos Açores os funcionários "estão isentos" e na Madeira são 24 milhões perdoados para distribuir pelos partidos da ilha.

Berlengas estou a caminho!

sinto-me:
publicado por Tubarão às 00:15

link do post | comentar | favorito

Wikileaks

Lamentamos mas estamos em manutenção programada................................ é o que encontramos quando tentamos aceder!

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:04

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2010

Mundial 2018

No post anterior o homem já estava a comemorar........................

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 16:39

link do post | comentar | favorito

Almoço em Lisboa

 

 

tags:
publicado por Tubarão às 15:14

link do post | comentar | favorito

Ernani Lopes

Partiu hoje um homem com coragem!

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 14:47

link do post | comentar | favorito

Paulo Aido

Foi ontem a apresentação .

Não pode estar presente desta vez mas vou estar na próxima.

Fica aqui o registo.

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:52

link do post | comentar | favorito

Formula Resolvente

Ontem (esta noite )foi muito agradável a Formula Resolvente ( Odivelas TV) .

Com a moderação do António Tavares e a companhia do Luís Martins e do Oliveira Dias.

Falámos de "tudo" e de "todos" para no final acabarmos em elogios à politica desportiva da Câmara e mais concretamente ao Vereador Hugo Martins.

Odivelas também sabe construir e nem tudo é mau neste executivo!

tags:
publicado por Tubarão às 00:26

link do post | comentar | favorito

Rir faz bem.................

MARIDO RICO


Saiu numa edição dos maiores jornais de economia do mundo.
Uma jovem mulher enviou um e-mail para o jornal a pedir dicas sobre como arranjar um marido rico .
Contudo, mais inacreditável que o pedido da rapariga, foi a resposta do editor do jornal que, muito inspirado, respondeu à mensagem, de forma muito bem fundamentada.
E-mail da rapariga:

Sou uma garota linda (maravilhosamente linda) de 25 anos.
Sou bem articulada e tenho classe. Quero casar-me com alguém que ganhe no mínimo meio milhão de dólares por ano. Há algum homem que ganhe 500 mil ou mais neste jornal, ou alguma mulher casada com alguém que ganhe isso e que possa me dar algumas dicas?
Já namorei homens que ganham por volta de 200 a 250 mil, mas não consigo passar disso. E 250 mil por ano não me vão permitir morar em Central Park West.
Conheço uma mulher (do meu grupo de ioga) que casou com um banqueiro e vive em Tribeca! E ela não é tão bonita quanto eu, nem é inteligente.
Então, o que é que ela fez que eu não fiz? Qual a estratégia correcta? Como chego ao nível dela?  
 

(Raphaella S.)

____________________

Resposta do editor do jornal:


Li a sua consulta com grande interesse, pensei cuidadosamente no seu caso e fiz uma análise da situação. 
Primeiramente, eu ganho mais de 500 mil por ano. Portanto, não estou a tomar o seu tempo à toa...
Posto isto, considero os factos da seguinte forma: Visto da perspectiva de um homem como eu (que tenho os requisitos que procura), o que oferece é simplesmente um péssimo negócio.
Eis o porquê: deixando o convencionalismo de lado, o que sugere é uma negociação simples, proposta clara, sem entrelinhas: Você entra com a beleza física e eu entro com o dinheiro.
Mas há um problema.
Com toda a certeza, com o tempo a sua beleza vai diminuir e um dia acabar, ao contrário do meu dinheiro que, com o tempo, continuará a aumentar.
Assim, em termos económicos, você é um activo que sofre depreciação e eu sou um activo que rende dividendos. Você não somente sofre depreciação, mas sofre uma depreciação progressiva, ou seja, sempre a aumentar!
Explicando, você tem 25 anos hoje e deve continuar linda pelos próximos 5 ou 10 anos, mas sempre um pouco menos a cada ano. E no futuro, quando se comparar com uma fotografia de hoje, verá que se transformou num caco. 
Isto é, hoje você está em alta , na época ideal de ser vendida, mas não de ser comprada.
Usando a terminologia de Wall Street, quem a tiver hoje deve mantê-la como trading position (posição para comercializar) e não como buy and hold (comprar e manter), que é para o que você  se oferece...
Portanto, ainda em termos comerciais, casar (que é um buy and hold ) consigo não é um bom negócio a médio/longo prazo! Mas alugá-la, sim!
Assim, em termos sociais, um negócio razoável a ponderar é, namorar.
Sem ponderar... Mas, já a ponderar e, para me certificar do quão articulada, com classe e maravilhosamente linda você é, eu, na condição de provável futuro locatário dessa máquina , quero tão-somente o que é de praxe: fazer um test drive antes de fechar o negócio... podemos marcar?

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:11

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2010

Para que conste................

Adesão ao CLASO – Conselho Local Acção Social de Odivelas

 

 

O Movimento Odivelas no Coração é uma Associação que tem por objecto a promoção do exercício de cidadania e da actividade cívica no Concelho de Odivelas. A sua actividade promove o incremento do espírito cívico, realizando actividades de natureza social que beneficiem a qualidade de vida no Concelho e o bem-estar da população. Em suma, o Movimento Odivelas no Coração – Associação, propõe-se intervir socialmente no Concelho de Odivelas.

 

Assim, com base nestes pressupostos iniciámos no passado dia 09 de Março do corrente ano, o processo de adesão ao CLASO através da entrega em mãos da Ficha de Adesão respectiva, na Divisão dos Assuntos Sociais da Câmara Municipal de Odivelas.

Onde nos foi igualmente transmitido que a próxima sessão do CLASO ocorreria em finais de Outubro e que até teríamos bastante tempo para formalizarmos a nossa candidatura.  

 

No início de Setembro, contactámos os mesmos serviços via telefone, para nos inteirarmos da morosidade de resposta.

Desse contacto resultou a transmissão que efectivamente teria sido enviado em 29 de Julho de 2010, uma informação via e-mail proveniente do gabinete da Vereadora com o pelouro da Acção Social – Sra. Fernanda Franchi, no qual nos era solicitada uma cópia do nosso Plano de Actividades bem como dos nossos Estatutos.

 

O MOC – Movimento Odivelas no Coração não foi recebedor de tal informação e demos imediatamente conta dessa situação.

Com o diligenciar do apuramento de tal “extravio” por parte dos serviços a par da recente reorganização dos serviços através de uma nova chefia, só conseguimos entregar tais documentos novamente em mãos à equipa técnica afecta à Rede Social em 13 de Outubro de 2010.

 

Daqui resultou igualmente um pedido de desculpas verbal em que nos foi veemente assegurado que o processo iria ser bem encaminhado e que o MOC, iría ser informado o quanto antes para comparecer na próxima sessão do CLASO que ocorreria dia 09 de Novembro de 2010.

 

No dia 5 de Novembro, e em virtude de mais uma vez não termos sido contemplados com nenhuma informação relativamente à nossa presença na sessão do dia 09 de Novembro, foram contactados mais uma vez o mesmo serviço e sempre o mesmo interlocutor.

Daqui resultou a informação que, a sua chefia ainda não o teria realizado tal contacto, que o iria fazer mas não haveria qualquer impedimento no que diria respeito á nossa comparência, e mais que o MOC até faria parte da lista dos potenciais aderentes ao CLASO constantes do ponto Nº 2 da ordem de trabalhos da supra mencionada sessão. Inclusive foram-nos até facultados todos os dados da reunião via telefone, nomeadamente local data e hora.

 

Nada disto se veio a verificar a não ser a recepção de um sms que recebemos ás 20h15m da véspera da reunião que se iniciaria às 9h30m da manhã, informando-nos que o MOC só poderia estar presente na próxima sessão do CLASO e não na sessão de 09 de Novembro de 2010 como estaria inicialmente previsto em virtude de aguardarem os pareceres jurídicos solicitados ao ISS.

 

Esta sucessão de acontecimentos permite-nos concluir que, efectivamente este processo é o reflexo de uma total inoperância sem precedentes por parte dos serviços técnicos afectos à Rede Social, ou por parte dos serviços que enquadram tal competência.

Restaria sermos conhecedores que tais constrangimentos não se teriam eventualmente verificado com as restantes entidades proponentes, e que com essas sim o processo terá sido conduzido de outra forma tanto mais que se fizeram representar nesta sessão, conforme facilmente se poderá comprovar com a posterior publicação ou divulgação da respectiva Acta desta sessão de 09 de Novembro de 2010.

 

Convém referir que tais sessões do CLASO se realizam duas vezes no ano e que para a próxima que ocorrerá no próximo ano esperamos que os serviços já tenham em sua posse os pareceres jurídicos necessários para que o MOC seja proposto à deliberação dos demais membros que compõem o CLASO.

 

 

O Conselho Directivo

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:28

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito