.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

blogs SAPO

.arquivos

. Novembro 2017

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Quarta-feira, 6 de Abril de 2016

Guerra e Paz

Estamos em guerra.

A Europa e a civilização ocidental.

Os atentados do dia 22 de Março em Bruxelas, depois dos de Paris, demonstram que declaram-nos guerra.

Quem mata indiscriminadamente é porque declarou guerra, a quem sofre na pele estes mesmos ataques traiçoeiros.

Depois de terem já atacado algumas capitais europeias, os terroristas do estado Islâmico fizeram explodir diversas bombas na Bélgica, mais concretamente duas no aeroporto e uma no metro de Bruxelas.

Mortos e centenas de feridos foi o resultado de mais uma acção destes loucos, que não pode ser esquecida e muito menos perdoada.

A Europa, e não me refiro só à União Europeia, juntamente com os Estados Unidos devem desde já declarar guerra a este movimento.

Mudemos a agulha.

Em Angola um conjunto de cidadãos angolanos que estavam a ser julgados “por ameaças” ao estado angolano acabaram condenados a penas de prisão que vão de dois a oito anos.

Não me vou alongar muito com o facto de não ser possível ter opinião contrária naquele país, pois já o fiz diversas vezes, mas sim com dois factos que me parecem anormais.

Primeiro como é possível em 2016 condenar-se alguém pelo simples facto de ler um livro?

Foi com base nesta realidade que a acusação e o tribunal se fundamentaram e que levou às penas de prisão. Mais, como é possível aparecer nas alegações finais acusações que não foram levantadas durante o julgamento? Estamos perante uma situação de completa falta de democraticidade e de liberdade de expressão.

Segundo, e mais grave já que diz respeito ao nosso jardim, como foi possível na Assembleia da Republica o PCP, CDS e PSD não condenarem estas faltas de democraticidade?

Tenho muita dificuldade em entender seja à esquerda seja à direita estes posicionamentos. Haverá com certeza alguma razão que a razão desconhece.

Depois de falarmos de guerra falemos agora de paz.

Na passada semana tivemos a notícia de um avião desviado para Chipre por um egípcio. Primeira leitura: mais um terrorista em acção. Verdadeira razão: Um homem que tentava entregar uma carta à ex-companheira. Uma carta de amor.

O mundo pode estar em guerra mas ainda existem pessoas que fazem da vida um valor inatacável.

publicado por Tubarão às 08:17

link do post | comentar | favorito
|

.Facebook

Tu Barao

Cria o teu cartão de visita

.Benfica até debaixo de agua