.mais sobre mim

.actividade recentes

. António Esteves

. O alfaiate do Panamá

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Uns são filhos outros são...

. Artistas

. Marcelo e o eu fiz!

. Existem almoços grátis!

. Uns são traidores se fala...

. Talvez fosse bom haver um...

blogs SAPO

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Segunda-feira, 9 de Novembro de 2015

Esquerda, Direita, op ………….

1 - Esquerda

Finalmente existe acordo.

Cavaco Silva sempre tão criticado (até por mim) esteve muito bem ao convidar Pedro Passos Coelho para formar governo, mesmo que o governo seja um “nado-morto”.

Os acordos agora anunciados, que são três, levaram um mês a serem negociados e Portugal não podia estar nesta indecisão perante a comunidade internacional.

Mas voltemos (como diz o outro) ao início: António Costa vai ter muito que penar. As eleições foram em 4 de Outubro e os partidos de esquerda passaram um mês a discutir quais as medidas a implementar até chegarem a acordo. Aliás, como quer a esquerda apresentar-se unida se nem um único acordo assinado por todos consegue apresentar, sendo necessária a apresentação de 3 acordos.

Mais, querem todos (os Verdes são de outro campeonato) apresentar uma moção de censura para derrubar o actual governo, mas não se entendem para o fazer de uma forma única e concertada. Até crises de ciúmes são latentes entre o BE e o PCP relativamente ao entendimento com o PS……………..

Confesso que, defendendo sempre um governo com maioria parlamentar, tenho é sérias dúvidas que este próximo governo vá ter a duração de toda a legislatura.

Estamos perante um novo ciclo na democracia portuguesa desde que a mesma foi implementada em 1974. Nunca o PCP assumiu o compromisso, perante o país, de ser o suporte de uma governação. Sabemos todos a força que este mesmo partido tem em algumas estruturas de Portugal como as autarquias e os sindicatos e confesso um pouco de ansiedade, da minha parte, de como irá o mesmo partido gerir as lutas de rua com o apoio de secretária. Percebo que as últimas eleições trouxeram um dado novo, ao dar ao BE um maior número de votos do que aquele que foi dado ao PCP e que Catarina Martins soube assumir muito bem, ao ter o tal protagonismo, que agora o PCP critica pela voz do seu secretário-geral.

Só assim se percebe e se entende, este voto por unanimidade do comité central, o PCP é dos parceiros do PS o que tem mais a perder.

Mas qualquer um deles, tanto o bloco, como o partido comunista, vai ter de viver o tempo que o governo de António Costa durar, sem poder usar o habitual discurso de ruptura.

2 - Direita

Quem chega a deputado acha, na grande maioria dos casos, que nada mais está acima dele. Não se percebe aliás por que razão ainda “se escondem atrás da sempre agradável imunidade parlamentar” para não serem tratados como qualquer português numa simples operação policial.

Recentemente, pela madrugada, no Porto, um deputado do PSD, de seu nome Miguel Santos, é mandado parar numa simples operação STOP.

Ao ser confrontado pelos agentes para efectuar um teste de álcool, o mesmo deputado recusa-se, invocando a tal situação de conforto: imunidade parlamentar. Segundo testemunho do próprio até nem bebe, mas permitam-me a pergunta: se não tinha nada para esconder porque resolveu a situação de modo a andar agora nos jornais e nas crónicas?

 

3 - Op………….

Segundo leio na imprensa do fim-de-semana, Ricardo Salgado viu a sua pensão mensal subir de 29 mil euros para 90 mil euros.

Segundo alguns: um escândalo.

Segundo outros: um atentado à dignidade humana face às dificuldades que os lesados do BES atravessam.

Segundo apurei, o regulador dos seguros deu a semana passada a opinião de que o Novo Banco deverá pagar esta reforma, assim como de outros 20 ex-gestores do BES, através do seu fundo de pensões.

Será que os lesados do BES também terão direito a ser ressarcidos pelo Novo Banco ou terão de esperar pelos tribunais, conforme o senhor primeiro-ministro sugeriu?

Por mim confesso que cheguei a uma altura da minha vida em que perco as estribeiras com estas faltas de senso, de ética e de valores.

Este senhor em vez de receber uma pensão milionária, não devia era estar a ser julgado pelos tribunais?

4 - Jorge Amado

Termino a minha crónica desta semana com uma citação de Jorge Amado, na sua obra Navegação de Cabotagem, e que dedico a alguns colectivistas da nossa praça:

“Pensar pela própria cabeça custa caro, preço alto. Quem se decidir a fazê-lo será alvo do patrulhamento feroz das ideologias, as de direita e as de esquerda e as volúveis: há de tudo e todas implacáveis. Ver-se-á acusado, xingado, caluniado, renegado, posto no pelourinho, crucificado. Ainda assim vale a pena, seja qual for o pagamento, será barato: a liberdade de pensar pela própria cabeça não tem preço que a pague.”

(Cronica de hoje na Radio Cruzeiro)

publicado por Tubarão às 23:15

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015

Soube pelo Facebook...............

.......que o MOC fez um protocolo com a Junta de Freguesia de Odivelas que permite ampliar as instalações, de forma a dar corpo a um projecto para apoiar mães solteiras ! Fiquei contente..........................

publicado por Tubarão às 13:18

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2015

Presidenciais................

................depois do PCP ter anunciado um ex-padre como candidato hoje é a vez da "governanta" da republica se apresentar como candidato...............

publicado por Tubarão às 15:07

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Outubro de 2015

Vergonhoso..............

Não vi ontem o programa onde está aquele senhor (?), em representação do meu Clube, de seu nome Pedro Guerra.

Esteve também presente Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Estive agora a ver alguns excertos e digo-vos: tenho vergonha em ser representado pelo tal senhor e espero que os meus amigos sportinguistas também sintam o mesmo em relação a Bruno de Carvalho na noite de ontem.

 

publicado por Tubarão às 22:06

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Setembro de 2015

Livros dados pela autarquia de Odivelas ao 1 ciclo

Odivelas, como todos os municípios que o façam, estão de parabéns por esta incitativa.

O que não entendo é ver comentários condenando a Câmara Municipal por esta atitude.

Ver comentários de um ex-responsável concelhio de um partido que esta no governo, condenar esta iniciativa com o argumento de que: "o dinheiro é de todos nós " brada aos céus !

O pior cego é o que não quer ver.................................... e alguns até mesmo com óculos são  obtusos !

 

publicado por Tubarão às 13:39

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Setembro de 2015

Plafonando…

Nos últimos tempos temos ouvido falar muito em plafonamento.

Uns falam verticalmente outros horizontalmente.

Independentemente da orientação do mesmo o que está em causa são as pensões futuras e mesmo até, parece-me a mim, as actuais.

A introdução de tectos superiores, nos descontos para a Segurança Social é o busílis da questão.

Não sendo uma ideia nova, pois tanto o governo de António Guterres como o de Durão Barroso tentaram mexer no assunto, é uma questão de uma importância extrema para a sustentabilidade da Segurança Social, e nos últimos governos o único ministro que teve a coragem de mexer neste tema foi Vieira da Silva.

Acho aliás engraçado quando se discute este tema os órgãos de comunicação social ouvirem ex-governantes que passaram por estas pastas e os mesmos afirmarem que “o sistema já está em semi-rutura”. Pergunto eu: o que andaram estas alminhas lá a fazer?

Acontece que antes da implementação de plafonds deveríamos regulamentar para todos os portugueses o acesso à sua pensão de reforma.

Não podemos ter um sistema social justo, independentemente dos plafonamentos, enquanto dois portugueses tiverem acesso à reforma em situações distintas.

Enquanto o sistema não for igual para todos os portugueses (claro que existem situações especificas) no que diz respeito ao acesso à reforma o mesmo não será justo!

Enquanto existirem alguns privilegiados, como a actual presidente da Assembleia da Republica que se reformou com 42 anos, não me falem em plafonar por favor.

Claro que mais tarde ou mais cedo terá de haver um acordo para que existam tectos máximos no que diz respeito aos descontos que efectuamos. O sistema existe já em alguns países europeus. Em Espanha e em Itália, por exemplo, as contribuições têm um limite superior desde há muitos anos.

Acontece que não podemos nem devemos alterar as “regras do jogo” quando este vai a meio.

Ou seja, não é eticamente correcto, para um cidadão a quem falte meia dúzia de anos para se reformar alterarem as regras todos os anos.

Experimentem, como eu o fiz, deslocar-se a um balcão da Segurança Social para saberem as regras com que podem contar.

“Sabemos que actualmente a reforma se atinge, sem penalização, aos 66 anos e dois meses mas não sabemos como será em 2016. Temos lido que existe vontade do governo em aumentar esse patamar em 1 mês, todos os anos, até a idade da reforma atingir os 67 anos mas não existe nada escrito.”

Estas foram as palavras que ouvimos da funcionária da Segurança Social que nos atendeu.

Todas estas situações deveriam ser claras e transparentes, ou seja todos nós já deveríamos saber qual a idade da reforma em 2016, 2017 e por ai fora de modo a que ninguém viesse a meio do jogo alterar a regras do mesmo.

É preciso transparência para esta situação mas acima de tudo é precisa coragem seja ela horizontal ou vertical.

 

Artigo de hoje para a Rádio Cruzeiro ( intervenção em directo pelas 22,30H)

publicado por Tubarão às 23:06

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Setembro de 2015

Jornalistas insultam-se..........

..........no ultimo Prós e Contras.

O jornalista Miguel Sousa Tavares e Octávio Ribeiro, director do Correio da Manhã, travaram de razões no ultimo programa cujo tema era a Justiça .

Por mim os dois não honram a velha classe jornalística.

Um porque não consegue ser isento quando escreve, MST, outro porque lava roupa suja na raça publica, OR !

Falta dizer que num programa destes houve muitas faltas de comparência por parte dos intervenientes da Justiça, só estando presente a Bastonária da Ordem dos Advogados (justiça lhe seja feita...........)

 

 

publicado por Tubarão às 14:50

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2015

Vergonhoso..............

Pago as viagens, de avião, aos taxistas (que ontem deram aquela linda imagem nas tvs, batendo-se uns aos outros enquanto a Uber continuava a trabalhar) para irem à Hungria e despejarem toda a violência em cima  daquela besta que passa rasteiras aos refugiados ! 

publicado por Tubarão às 14:00

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 8 de Setembro de 2015

Quem não se sente não é filho de boa gente............

.............seja quem for que venha agora por-se em bicos dos pés, ou tentar afirmar-se,  relativamente à fome que nos últimos anos lhe passou ao lado, e que confortavelmente na sua cadeira escrevem muito (conforme as orientações que lhes dão) vão ter de levar comigo !

Se quiserem o que escrevo digo-lhes olhos nos olhos (podem mandar mais pedras para o meu quintal.................) ! 

publicado por Tubarão às 13:12

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015

Sondagens.............

.............valem o que valem mas a ultima diz-nos que o PS tem 36% a Coligação PSD/CDS 35% a Coligação PCP/Verdes 10,4% o BE 4,6%, o PDR 2,3% e o Livre 1,7% !

A acontecer esta percentagem no PDR acho "que vou cortar os pulsos"................

Como é possível Marinho e Pinto ainda dar a volta a tantos portugueses?

Como ?

publicado por Tubarão às 14:01

link do post | comentar | favorito
|

.Facebook

Tu Barao

Cria o teu cartão de visita

.Benfica até debaixo de agua