.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

. Novo cartaz

blogs SAPO

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Sexta-feira, 20 de Março de 2015

Assembleia Geral do MOC

Na passada quarta-feira realizou-se a AG do Movimento Odivelas no Coração, associação de que sou presidente da Mesa da Assembleia Geral.

Inicio na hora marcada e mais de 90 minutos de "discussão" saudável e construtiva a bem de quem necessita.

Estamos presentes e atentos !

tags:
publicado por Tubarão às 00:07

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Março de 2015

Lista de VIPs ou VIPS na lista ?

Confesso que estou na duvida se a dita é uma lista de quem muito contribui com os seus impostos, ou uma lista de quem querem que nada se saiba.

A ser o primeiro caso estou ofendido pois pago para "chuchu" e o meu nome ainda não apareceu nos jornais .

A ser o segundo caso, é uma ofensa pois estes senhores querem combater a corrupção ( e muito bem) e depois fecham a sete chaves as pessoas que ultimamente pior se têm portado com o estado ?

PS ( iniciais de nota final) - o senhor secretário de Estado já devia ter pedido a demissão e não chegar a acordo para que outros o façam pois de uma forma geral "esses acordos" custam-nos o coiro e o cabelo.

 

 

publicado por Tubarão às 08:59

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 17 de Março de 2015

Vá tomar banho..............

......... João Araújo no seu melhor !

 Pior parece me impossível !

publicado por Tubarão às 08:25

link do post | comentar | favorito
|

Odivelas

Fugindo um pouco ao que tem sido habitual, hoje vou escrever sobre o meu concelho, Odivelas.

Temos, quer queiram quer não, um novo paradigma da governação, local.

No passado dia 10 a FAPODIVEL organizou um debate, sobre “Delegação de Competências de Educação nos Municípios” que juntou em Odivelas deputados do CDS ao BE. Ótima iniciativa da nova direção desta associação. António Boa-Nova e os seus pares estão de parabéns.

A junta de freguesia da Pontinha e Famões anuncia-se um acordo com a EDP distribuição para levar a efeito uma “exposição ao ar livre”.

Aqueles mamarrachos (tenho um mesmo ao lado do prédio onde resido) vão ganhar vida com a chamada arte urbana. Não sendo inovadora a ideia, ela só agora chega a Odivelas pela mão da junta de freguesia e da sua Presidente Corália Rodrigues.

São 83, “os edifícios” que agora o executivo local vai colocar à disposição dos artistas locais e que ganham cor e vida com esta intervenção. Excelente ideia.

Leio, também, que Susana Amador vai retomar o contacto com o terreno através das designadas Presidências Abertas. Em 4 meses serão percorridas todas as freguesias do concelho.

Estas iniciativas são sempre de louvar. O contacto direto com a população e a possibilidade dos Presidentes de Junta fazerem um ponto de situação, in loco, dos problemas que os preocupam são fatores sempre diferenciadores da habitual vida de gabinete. Gosto!

Finalmente a realização da Feira Medieval no Largo D Dinis. Não sendo uma iniciativa recente é sempre de enaltecer a realização deste tipo de eventos, que levou centenas de pessoas a este espaço nestes três últimos dias. Ontem tive a oportunidade de verificar a adesão das pessoas a esta feira e fiquei deveras agradado com aquilo que observei.

Artesanato, produtos regionais, cultura, gastronomia, animação eram visíveis e a envolvência dos odivelenses uma realidade. Parabéns ao executivo da Junta de Freguesia de Odivelas na pessoa do seu Presidente Nuno Gaudêncio.

Termino com um “aparte”; foi convocada pelos sindicatos respetivos uma greve da função pública para a última sexta-feira. Na discuto a justeza da luta que os sindicatos travam e muito menos coloco em causa a realização de qualquer greve.

O que não me parece normal é a pressão que os piquetes de greve fazem sobre quem decide não fazer greve. É obrigatório fazer greve, ou enquanto trabalhador posso decidir se devo ou não aderir à mesma? Pelo que leio fico assustado, e preocupado, com a falta de democraticidade com que se tratam os trabalhadores que resolvem não aderir à greve que foi decretada.

O 25 de Abril também foi feito para acabar com a unicidade.

 

(artigo de ontem para a Rádio Cruzeiro)

publicado por Tubarão às 00:04

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Março de 2015

Senhor Presidente da Républica

Apesar de vivermos numa republica e não numa monarquia deixo-lhe aqui o português que neste momento tem maior experiencia internacional ( .............e é atleta do Benfica.................)

IMG_3685.jpg

 

publicado por Tubarão às 14:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Vejo-me grego para entender................

.........apesar do homem já se ter arrependido !

IMG_3685.jpg

 

publicado por Tubarão às 13:09

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Março de 2015

Excelente incitativa da Dra. Susana Amador

São sempre de louvar estas iniciativas !

 

tags:
publicado por Tubarão às 16:43

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Março de 2015

Serviço Publico

O Estado devia ser "uma pessoa de bem" no que as impostos diz respeito mas não o é.

Todos nós , ou quase todos, fomos afectados pelo subida vertiginosa do IMI quando fizeram a actualização do valor patrimonial.

Acontece que alguns de nós estamos a pagar a mais ...............e o Estado recebe indevidamente esse dinheiro sem nada fazer.

Eu explico:

Actualização do Valor Patrimonial Tributário (VPT) dos imóveis.

Existe a possibilidade da actualização do Valor Patrimonial Tributário (VPT) dos imóveis, que serve de base para o cálculo do IMI e da taxa de conservação de esgotos, por exemplo.

Com efeito, foi publicada no dia 30/12/2014, em Diário da República, a Portaria n.º 280/2014, de 30 de Dezembro (https://dre.pt/application/conteudo/66005770), que veio fixar, para 2015, o valor médio de construção por metro quadrado em 482,40€. Em 2014, esse valor médio estava fixado em € 603,00. Assim, quem pedir a actualização do VPT a partir de 01/01/2015, já vai beneficiar deste novo valor que, por ser uma das componentes da fórmula de cálculo do VPT, o vai reduzir em muito. Cada proprietário poderá desde logo verificar na sua caderneta predial, na parte respeitante aos "Dados de Avaliação" qual a fórmula que lá consta. A primeira parcela dessa fórmula (Vc) é exactamente este novo valor agora fixado. Substituindo o que consta da caderneta pelos € 482,40 a vigorar em 2015, fica-se desde logo a saber qual será o novo VPT a ser fixado, caso seja solicitada a actualização. O pedido de actualização é completamente gratuito e pode ser efectuado através do envio ao Serviço de Finanças do penúltimo formulário constante da página:http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/apoio_contribuinte/modelos_formularios/imi/. Basta, para além dos dados pessoais, assinalar o primeiro dos motivos: "Valor patrimonial desactualizado". 

ATENÇÃO: só se pode pedir uma reavaliação extraordinária se já passaram 3 anos desde a última reavaliação (extraordinária ou outra).

 

 

publicado por Tubarão às 10:18

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Março de 2015

Quem pode ser candidato a Presidente da Républica................

Ser português, ter mais de 35 anos e 7500 assinaturas a propor a candidatura presidencial são as condições mínimas exigidas pela Constituição e pela lei eleitoral para concorrer ao mais alto cargo do Estado.

A Constituição Portuguesa define apenas, no seu artigo 4º, que "são elegíveis para a Presidência da República os cidadãos eleitores, portugueses de origem, maiores de 35 anos".
Se os cidadãos portugueses no gozo de todos os seus direitos civis e políticos podem aspirar a ser presidentes, as condições práticas para avançar com uma candidatura presidencial não são fáceis.
A Lei Eleitoral do Presidente da República determina que quem quer candidatar-se terá de apresentar um mínimo de 7.500 assinaturas e um máximo de 15.000.
Essa documentação inclui uma declaração de propositura do candidato e uma certidão de capacidade eleitoral de cada um dos apoiantes, que se pede na junta de freguesia da área de residência.
No caso de conseguir juntar as 7.500 assinaturas, o candidato terá depois que angariar dinheiro para a campanha eleitoral, dado que o Estado só concede subsídios depois das eleições e apenas a quem alcançar um mínimo de cinco por cento dos votos.

 

publicado por Tubarão às 09:53

link do post | comentar | favorito
|

Valorização.................patrimonial

Os "sinais de retoma da economia" afinal vêem já desde 2008 ano em que a Misericórdia de Lisboa comprou dois edifícios por 32 milhões de euros, que haviam custado 18 milhões seis meses antes.

publicado por Tubarão às 08:43

link do post | comentar | favorito
|

.Facebook

Tu Barao

Cria o teu cartão de visita

.Benfica até debaixo de agua