.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

. Novo cartaz

blogs SAPO

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

Engraçado

Cada vez acho mais piada a certos actores da vida politica portuguesa.

Agora resolveram atacar os guardas prisionais pela actuação perante um recluso que ponha em causa a higiene dele e dos que o rodeavam.

Um ser humano que dejecta no chão, suja as paredes não devia estar preso devia era estar detido num manicómio.

Depois ainda vem o senhor Bastonário Marinho Pinto proferir declarações dizendo que estamos perante um estado terrorista................

Tem razão senhor bastonário estamos perante um estado terrorista no que diz respeito à justiça do cidadão comum pois a mesma é só para quem tem dinheiro e a sua função é pugnar pelo acesso à mesma a todos os portugueses.

Não existe é justiça em Portugal Dr Marinho Pinto, e essa é que devia ser a sua luta .

 

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 18:14

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Uma imagem vale mais que..............

 

Esta foto foi tirada em Alvalade na ultima 5 feira.

Passámos a ser seis milhões e um (6.000.0001)

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 17:18

link do post | comentar | favorito
|

Fim de semana

Hoje jantarada com amigos dos anos 70.

Com obras em casa amanhã será dia de GRANDES limpezas .

Domingo futebol logo às 9H , almoço no CAP e ao fim da tarde lá iremos até à Catedral para ver o Glorioso.

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 10:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

Regionalização

Ontem mais um programa na companhia da Mariana Cascais e do Oliveira Dias.

Oliveira Dias defende a realização de referendos ( quantos ?) até que a regionalização seja aprovada.

Mariana Cascais em sintonia comigo ( e vice-versa) defendemos o reforço do municipalismo.

A mesma história de 1988.

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:26

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Formula Resolvente

Hoje na Odivelas.TV - http://odivelas.com/.

Lá estarei para debater a Regionalização.

Confesso que continuo céptico relativamente à mesma.

publicado por Tubarão às 00:35

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

Egipto

E de repente deixámos de ter noticias deste pais.

Agora virámos a agulha para a Líbia .

Tudo começou na Tunísia.

Engraçado, vejo agora nas noticias da TVE que no Egipto está tudo quase na mesma.

Os militares têm o poder ( já o tinham ) e já não se vêem manifestações.

O poder do dinheiro é imenso!

Quem vai entrar em campo para substituir a Líbia ?

Aceitam-se apostas.

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 18:23

link do post | comentar | favorito
|

De uma vez por todas..........................

Entendam-se!

Comprem maquinas de calcular, usem o Excel façam contas de mercearia, mas de uma vez por todas apresentem os resultados finais da eleição do Presidente da Republica.

É um tira daqui, falta ali ............................até nos votos as contas não dão certas !

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 18:10

link do post | comentar | favorito
|

Lisura de processos

Mais uma vez estava inquinado o processo que levou Artur Soares Dias a Alvalade.

Porque razão para um jogo entre equipas de Lisboa não foi escolhido um arbitro da Capital ?

Porque razão esse senhor (?) ASD , usou critérios diferentes relativamente a Sidney ( bem expulso) e a Pedro Mendes (devia ter sido expulso) ?

Porque amarelou tanto a equipa do Benfica ?

O Futebol não vai por bons caminhos quando a corrupção , e os corruptos, é que o dirigem!

 

 

tags:
publicado por Tubarão às 00:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

A propósito do meu post anterior...................

Recebi dois comentários que merecem "a luz do dia":

 

O primeiro de Maria Máxima Vaz :

"Subscrevo tudo o que escreveu. Considero a política uma nobre actividade, mas há quem esteja na política para a denegrir, porque não é política o que faz. E não são só os inscritos em partidos que fazem política. Sempre fiz política. Não faço é política partidária e muito menos política pessoal. Faço política por gosto, pela sociedade. O que vejo por aí, com frequência, é gente a fazer política de interesses, para si! Não os considero políticos! E não são!"

 

O segundo de Zé da Burra, O alentejano e reza assim:

Os partidos políticos também envelhecem, tal como as pessoas, os cães e até os burros... Os partidos, tal como as pessoas, cães e até automóveis envelhecem, por isso, qualquer partido político não será hoje igual ao que era há 20 anos; e há 20 anos já não era o mesmo que há 30; e há 30 anos também já não era igual ao que tinha sido há 40; e por aí fora.... Assim todos os pardidos políticos que temos hoje e que já existiam há 30 anos estão hoje muito diferentes do que eram então: PCP, PS, PSD, CDS estão hoje irreconhecíveis. Na realidade, todos os partidos se deslocaram mais ou menos para a direita, por exemplo: 1.º) O PCP que defendia então a ditadura Estalinista e o alinhamento político de Portugal com a URSS; e que preconizava a estatização de toda a economia nacional, o que implicaria o fim dos pequenos e médios comerciantes, agricultores, pescadores, industriais, etc.; já não defende hoje essa política e é, em muitos casos, um dos melhores defensores dos pequenos e médios comerciantes, industriais, e outros..., contra o monopólio das grandes empresas que estão a sufocar a iniciativa privada de menor dimensão, acabando com ela. Também não acredito que o Bloco de Esquerda defenta estatização total de economia nacional, embora ambos os partidos defendam que setores essênciais deveriam estar nas mão do Estado, tais como: a EDP, REN, GAL, GÁS, Distribuição de águas, Estradas, Saneamento, CP, METRO, TAP, Caixa Geral de Depósitos,... 2.º) O BE é um partido recente, pelo que a sua evolução se verá no futuro. 3.º) O PS está hoje praticamente irreconhecível, se o comprararmos com o que foi há 30 anos, quando criou o Serviço Nacional de Saúde GRATUITO E UNIVERSAL PARA TODOS, que diz continuar a defender mas vai desmantelando e sofocando a pouco e pouco, criando espaço para que a saúde dos portugueses (com posses) seja entregue aos privados ou às misericórdias (os restantes), que são a sua esmagadora maioria. Começou por fechar hospitais e maternidades, depois foram os serviços de atendimento permanente (SAP), e por fim os próprios Centros de Saúde, mesmo em locais isolados com populações envelhecidas e sem transporte próprio disponível nem ambulâncias, cujo pagamento deixou de ser pago na maioria dos casos. Enfim, pouco ou nada distingue o atual PS do PSD, para além deste último partido não se sentir incomodado em assumir a intenção de acabar com o SNS UNIVERSAL E GRATUITO (pelo menos não esconde tanto a sua real intenção). 4.º) O PSD, que, no tempo do Governo de Cavaco Silva, facilitou a reforma a milhares de portugueses mais idosos que tinham ficado desempregados, embora não tivessem completado ainda a sua carreira contributiva, nem tivessem ainda idade legal para a ela poderem aceder; o mesmo partido que concedeu bonificações para a aposentação de milhares de funcionários públicos desde que fossem dados como "dispensáveis" pelos seus superiores hierárquicos, ainda que não tivessem 36 anos de serviço (bastavam então 30 anos para poderem aceder à aposentação por inteiro): agora, poucos anos depois, apoiou o PS no aumento da idade da reforma dos restantes funcionários públicos (incluindo os que já têm 40 anos de serviço) e ambos os partidos se preparam já, para aumentarem de novo a idade da reforma para além dos 65 anos, insensíveis até ao enorme número de desempregados JOVENS que de momento existem. 5.º) O CDS, incomodado com a designação de "CENTRO" intentou já mudar a sua designação para "Partido Popular" mas não teve coragem de levar a termo a mudança, provavelmente com receio de perder uma parte do seu eleitorado que ainda acredita ser o CDS o partido do "Centro". Assim, ficou-se por CDS/PP já há vários anos e vai servindo de moleta para suportar o PS ou o PSD no Governo.

Bom sinal , sinal de que a pessoas lêem o que escrevo e que a minha escrita provoca opinião.

Obrigado



tags:
publicado por Tubarão às 18:32

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Politica

Ultimamente tenho sido visado por ter um discurso anti-politicos.

Já me colaram, inclusivamente a António de Oliveira Salazar, nos seus discursos anti-politicos.

Devo começar por deixar registado que não tenho pelo Dr Salazar qualquer apreço que não seja o facto me merecer ser recordado pelos portugueses que assim o entendem,  que pelos vistos são muitos ou então não tinha sido eleito naquele programa de um canal televisivo.

Também não sou anti-politicos nem anti-partidos, pois merecem-me respeito muitos individualidades nacionais e concelhias (da direita à esquerda), e vejo as forças partidárias como elemento essencial da democracia onde vivemos (?), apesar de não concordar com o discurso de que a actividade politica só deve ser desenvolvida pelos partidos e dentro dos mesmos!

Sou, isso sim, é contra certas praticas partidárias e certos politicozinhos.

Os partidos políticos que deviam ser representantes dos cidadãos no Estado, são hoje em dia representantes do Estado na sociedade.

Por fim as pessoas, os políticos, que falam muito quando estão na oposição mas que não invertem em nada, o papel dos que criticavam, quando chegam "ao poder"!

Tenho assistido , e anotado para memória futura, a autenticas "obras de arte" , tanto a nível nacional com a nível local.

Não tendo o direito de lançar na atmosfesra politica qualquer suspeita de corrupção sem a mesma ter de ser comprovada, mas sendo atento ( e interessado) a certas movimentações tenho o direito e o dever de escrever sobre TUDO o que julgo pouco transparente e nada ético !

É nesse campo que tenho pactuado as minhas intervenções.

É nesse campo que continuarei a escrever ( nem que seja só para eu ler), combatendo os que nada dizem ( nem fazem) quando negócios nacionais como os sumarinos ou as parcerias publico privadas são objecto de censura por quase toda a classe politica nacional, ou quando negocios pouco claros como por exemplo as campanhas eleitorais concelhias ou parques infantis, ficam por explicar.

Quem cabritos vende e cabras não tem..........................................

sinto-me:
publicado por Tubarão às 13:34

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.Facebook

Tu Barao

Cria o teu cartão de visita

.Benfica até debaixo de agua