.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

. Novo cartaz

blogs SAPO

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

Leiam porque vale a pena

Leiam este artigo porque vale a pena !

Manuel Monteiro e as suas propostas corajosas no blog "A Revolta".

publicado por Tubarão às 09:30

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Setembro de 2010

Suécia

Anda meio mundo preocupado com a subida da extrema direita, nas eleições realizadas na Suécia.

Ainda não vi uma linha escrita , com as mesmas preocupações, a propósito da subida da extrema esquerda nas mesmas eleições.

E para que conste esta ultima "extrema", a de esquerda, assume a sua simpatia pelo Islão.

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:07

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010

Recomendo

O Blog 31 da Sarrafada.

Principalmente este post.

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:13

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

O dia em que aprendi o que é estar morto

Simpatizo com o Pedro Ribeiro, hoje chamaram-me a atenção para este lindíssimo texto que ele publicou no passado dia 13 no seu blog Os dias úteis.

A minha simpatia aumentou Pedro, porque me fizeste-me chorar , tal como tu choraste, e bolas Pedro a tua filha tem o nome da minha neta, MAFALDA!

Pedro ainda bem que chorámos, é sinal que amamos e temos seres maravilhosos na nossa vida, baptizados com o mesmo nome !

Obrigado Pedro!

 

"Hoje, estive morto. Senti que toda a vida se escapava pelo ar que, aflito e a custo, respirava, enquanto as lágrimas eram gritadas, louco no carro, os olhos à procura, à procura, à procura.

Morri, ali.

A minha filha deveria sair da Escola, na Parede, apanhar uma carrinha do ATL e eu ia buscá-la.

O que é que aconteceu? O cartão da escola, que supostamente controla as entradas e saídas dos alunos, valeu zero. Ela saiu, porque viu uma carrinha de ATL e entrou. Era o ATL errado. Ninguém lhe perguntou o nome, não houve uma chamada, nada. Ela entrou com uma colega e só após duas horas de aflição indizível, comigo à procura dela por todo o lado, é que o telefone tocou. De um "After School", a perguntar se eu era o pai de uma Mafalda Ribeiro, que eles tinham, aflita, a pedir para ligarem ao pai. Aliás foi ela que falou: "papá?"

Durante duas horas, morri. Percorri ruas de possíveis percursos, olhei para todas as sombras, parques infantis, supermercados, escola antiga, liguei para os pais de colegas dela, todos os absurdos e horrores passaram pela minha cabeça, chamei o seu nome, entre choro, em ruas e em todos os recantos da escola. Nada. Evaporou-se. Horrível. Uma tristeza, uma aflição, um horror que nunca mais vou esquecer. E quando o telefone tocou e era ela, aquela voz doce da minha princesa, minha vida, meu ar, meu sopro de vida, eu soube o que era renascer. E desfiz-me em lágrimas de novo, e dali até ao tal After School, que teve a minha filha à sua guarda por engano, até ela pedir para ligarem ao pai, levei um segundo e levei toda a vida. Obrigado meu Deus, obrigado! Estacionei às tês pancadas, voei em passo trocado de nervos, pela rua fora, Mafaldinha, Mafaldinha, Mafaldinha, cego de amor aflito, só há descanso e vida quando a abraçar e estiver tudo bem.

Quando a abracei, e ela, agarrada a mim, me disse, apenas: "Olá Papá" eu soube que tinha renascido. E ela também, coitadinha.

Como cartão de visita da nova escola, estou esclarecido. Tantas referências boas e afinal é isto: no primeiro dia, por maioria de razão, deveria existir um ainda mais rigoroso controlo de entradas e saídas, mas quando cheguei o portão estava escancarado, como deveria estar quando a Mafalda viu uma carrinha do ATL a chegar, estava na hora e ela saiu da escola e entrou na carrinha. Ninguém perguntou nada, ninguém fez nada.

E um ATL mete um grupo de crianças numa carrinha, não pergunta nomes, não verifica nada e só ao fim de duas horas é que, perante a aflição de uma criança de 10 anos a pedir para ligarem ao pai é que se acaba com este horror?

Quando penso na forma como desaparecem crianças, para sempre, todos os dias, penso que esses pais e filhos terão sentido isto, e muitos, mesmo sobrevivendo, morreram para sempre.

Eu tive a sorte de poder renascer.

E sei que, a partir de hoje, ganhei uma nova causa: fazer tudo o que estiver ao meu alcance para contribuir para uma Escola responsável, atenta, segura, onde os nossos filhos aprendem e podemos, enquanto pais, estar descansados.

Quando depois desta tarde de horror, fui buscar o pequeno Gonçalo ao colégio e ele me disse, comprometido, "Papá, parti os óculos a jogar à bola" eu disse para mim: que importância é que isso tem? Nenhuma, realmente, não tem nenhuma importância.

Não podia dizer-lhe que o pai hoje tinha aprendido o que é morrer, e tinha tido a bênção de poder nascer de novo."

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 19:18

link do post | comentar | favorito
|

Odivelas TV

A “Fórmula Resolvente”volta a partir de amanhã, sexta-feira, dia 24, na OdivelasTV.

 

O tema será “Transportes Urbanos – Mobilidade, Acessibilidade – Soluções”.

 

Ao meu lado estarão Luís Costa, Rui Francisco e Carlos Lopes.

 

A emissão do Programa será em directo na OdivelasTV em www.odivelastv.pt e irá para o ar depois das Noticias às 22:00.

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 18:09

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

Primeiro Emprego

De um modo geral, quem procura o primeiro encontra sempre a mesma pergunta:

Tem experiência ?

Se a/o jovem quer começar a trabalhar esta pergunta é, na minha opinião, ridícula.

Sempre assim pensei.

Nem de propósito, o meu primo Tó fez-me chegar este este texto que acho uma delicia o por isso o partilho:

 

Currículum Vitae

Pede-se experiência...


A redacção que se segue foi escrita por um candidato numa selecção de
Pessoal na Volkswagen. A pessoa foi aceite e o seu texto está a fazer furor na
Internet, pela sua criatividade e sensibilidade.

 -*-
'Já fiz cócegas à minha irmã só para que deixasse de chorar, já me queimei a
brincar com uma vela, já fiz um balão com a pastilha que se me colou na cara
toda, já falei com o espelho, já fingi ser bruxo.

Já quis ser astronauta, violinista, mago, caçador e trapezista; já me
escondi atrás da cortina e deixei esquecidos os pés de fora.

Já roubei um beijo, confundi os sentimentos, tomei um caminho errado e ainda
sigo caminhando pelo desconhecido.

Já raspei o fundo da panela onde se cozinhou o creme, já me cortei ao
barbear-me muito apressado e chorei ao escutar determinada música no
autocarro.

Já tentei esquecer algumas pessoas e descobri que são as mais difíceis de
esquecer.

Já subi às escondidas até ao terraço para agarrar estrelas, já subi
a uma árvore para roubar fruta, já caí por uma escada.
Já fiz juramentos eternos, escrevi no muro da escola e chorei sozinho
na casa de banho por algo que me aconteceu; já fugi de minha casa
para sempre e voltei no instante seguinte.

Já corri para não deixar alguém a chorar, já fiquei só no meio de mil
pessoas, sentindo a falta de uma única.

Já vi o pôr-do-sol mudar do rosado ao alaranjado, já mergulhei na
piscina e não quis sair mais, já tomei whisky até sentir os lábios
dormentes, já olhei a cidade de cima e nem mesmo assim encontrei o
meu lugar.

Já senti medo da escuridão, já tremi de nervos, já quase morri de
amor e renasci novamente para ver o sorriso de alguém especial.

Já acordei no meio da noite e senti medo de me levantar.

Já apostei a correr descalço pela rua, gritei de felicidade, roubei
rosas num enorme jardim, já me apaixonei e pensei que era para
sempre, mas era um 'para sempre' pela metade.

Já me deitei na relva até de madrugada e vi o sol substituir a lua; já
chorei por ver amigos partir e depois descobri que chegaram outros novos e
que a vida é um ir e vir permanente.

Foram tantas as coisas que fiz, tantos os momentos fotografados pela lente
da emoção e guardados nesse baú chamado coração...

Agora, um questionário pergunta-me, grita-me desde o papel:

- Qual é a sua experiência?

Essa pergunta fez eco no meu cérebro. Experiência....
Experiência... Será que cultivar sorrisos é experiência?

Agora... agradar-me-ia perguntar a quem redigiu o questionário:

- Experiência?! Quem a tem, se a cada momento tudo se renova ???'
 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 13:38

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

Mas porque será que estas situações ficam sempre impunes ????????

Nós ( o povo) vamos dizendo que são todos iguais ( eu não acredito!) !

Nós vamos dizendo que ninguém vai preso!

Nós vamos dizendo que mamam todos!

Nós vamos dizendo que eles ficam ricos de um momento para o outro!

Depois aparecem senhores com responsabilidades a dizerem que a culpa é dos técnicos

São 2,5 milhões de euros meus amigos!

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 07:20

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010

Cardoso 2 - Sporting 0

 

Também ajudei a "subir" !

Foi a única novidade dos últimos anos!

Ganhar ao lagartixas é corriqueiro!

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:42

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 19 de Setembro de 2010

Israel

Fui ver o Benfica para a Liga dos Campeões na terça-feira.

Recebi um panfleto onde a nação Israelita era acusada de racista.

Achei um exagero , até porque já tive em Israel ( ao contrário do senhor que me entregou o papel) mas fiquei a pensar no assunto.

O sociólogo Alberto Gonçalves com o seu artigo na pagina 114 da ultima edição da Sábado ajudou-me.

Leiam porque vale, muito, a pena !

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 18:15

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

Cheque

Não há dinheiro ?

Não há palhaço.................

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 16:45

link do post | comentar | favorito
|

.Facebook

Tu Barao

Cria o teu cartão de visita

.Benfica até debaixo de agua