.mais sobre mim

.actividade recentes

. Vamos lá por partes

. António Esteves

. Caixa de Pandora

. O alfaiate do Panamá

. Excelente blog de viagens

. Guerra e Paz

. Artigo publicado em que j...

. Geringonça

. As partes de um todo!

. Novo cartaz

blogs SAPO

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

Domingo, 25 de Abril de 2010

Pátria

Soube a definição na minha infância .

Mas o tempo apagou

As linhas que no mapa da memória

A mestra palmatória

Desenhou

 

Hoje

Sei apenas gostar

Duma nesga de terra

Debruada de mar

 

 

Miguel Torga

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:40

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Rir faz bem ..............

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 21:23

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 20 de Abril de 2010

Europa a que velocidade ?

O meu ultimo artigo no Odivelas.com

 

Aproveitando dias de férias do ano passado (bem estimável que não se pode perder) resolvi visitar familiares que vivem noutro país da nossa (?)  União Europeia.

Não existe melhor prática política do que viver as realidades, contrariamente a que muitos adeptos bolorentos de gabinetes e assembleias pensam,  e dei comigo a fazer um trabalho de “investigação” sobre as idades de reforma que se praticam nos diversos países da UE.

Entre nós, ainda recentemente a função publica ficou equiparada ao regime geral (só agora porque?)  o que faz dos 65 anos e picos,  uma “meta” ambicionada para os que pretendem reformar-se.

Em Espanha a idade da reforma subiu recentemente para os 67 anos seguindo o exemplo do Reino Unido e da Alemanha.

Na grande maioria dos países da UE a idade varia entre os 62 e os 67 anos, excepto no caso da Grécia, mas já vamos!

Convêm referir, que a esperança de vida média na UE é de 78,6 anos ( 82,5 anos para as mulheres e 74,7 anos para os homens).

Ainda recentemente, Atenas foi palco de manifestações, contra as medidas anunciadas de Papandreu, primeiro ministro grego, que entre outras medidas pretende aumentar a idade de reforma dos gregos, para fazer frente ao estado a que a Grécia chegou.

Entre esses mesmos manifestantes havia  cabeleireiras , cuja profissão foi considerada de desgaste rápido, pelo que não aceitavam que a sua idade de reforma fosse alterada dos actuais 50 anos !

Exactamente cinquenta anos !

Esta, é uma das duzentas e tal profissões consideradas de desgaste rápido neste momento na Grécia, nunca indo a idade da reforma para alem dos 60 anos, nos outros casos!

Recentemente  todos os países da União Europeia reuniram-se de urgência e decidiram emprestar dinheiro ao Sr Papandreu !

Perguntava-me uma filha minha: mas pai, nós estamos “nas lonas” e vamos emprestar quando nos pedem sacrifícios internamente?

Será correcto pedir a um alemão , que só se pode reformar aos 67 anos, que pague a doidice de outro país ?

O que a União Europeia tem de discutir  (olá Dr Mário Soares por onde anda a propósito deste tema ?)  é a questão do Estado Social.

Estado Social esse, que já anteriormente este em causa em Portugal não fosse a reforma feita na Segurança Social em 2007.

Mas este situação tem vindo a agravar-se progressivamente com o aumento do desemprego e com o aumento de subsídios ah-doc atribuídos a quem nada quer fazer e muito podia contribuir para ajudar a sociedade.

Será justo pagar 300/440 euros a um idoso que toda a vida trabalhou  e depois atribuir 400/500 euros a quem nada quer fazer ?

Não me parece.

Não seria mais justo inverter estas situações ?

Não seria de obrigar essas mesmas pessoas a desenvolver trabalho para a comunidade ?

Perante todas estas questões apetece-me perguntar: mas afinal que EUROPA é esta ?

Estas são as grandes questões, sobre as quais todos os grandes defensores dos Estados Gerais Europeus se deviam pronunciar.

Mas, de repente todos esses europeistas doentios ficaram surdos e mudos !

Ao povo, e à construção europeia, interessa mais uma edificação social dos que tratados de Lisboa !

Os tecnocratas estão mais preocupados com o Ministro dos Negócios Estrangeiros Europeu, do que com a diferença de velocidades a que se vai construindo a Federação.

Convêm estarem atentos pois já temos países em marcha-atrás!

 

União Europeia 20 de Abril de 2010

sinto-me:
publicado por Tubarão às 15:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 18 de Abril de 2010

Ines Pedrosa

Bom artigo, leiam que vale a pena:

Dos políticos pedófilos é proibido falar. Bendita prescrição. Há uma coisa que eu nunca poderei perdoar aos políticos: é deixarem sistematicamente sem argumentos a minha esperança", Miguel Torga, "Diário", 14 de Novembro de 1985. De repente, parece que o crime de pedofilia é um exclusivo dos sacerdotes da Igreja Católica. Não haverá pedófilos em nenhuma outra religião? E que dizer das religiões - como o islamismo, em diversos países do Médio Oriente - que não só pactuam como aprovam o casamento forçado de meninas com velhos? Ou o crime de pedofilia, desde que consignado pela lei, deixa de ser crime? Critica-se o Vaticano por não fazer um acto de contrição suficientemente claro quanto aos crimes dos seus membros. Não entendo porque teria a Igreja de pedir desculpa por crimes que nada têm que ver com a instituição enquanto tal. A religião católica condena a pedofilia, como aliás todos os crimes contra as pessoas, sem olhar a credos ou raças. Nem todas as religiões defendem os direitos humanos em absoluto - mas a Igreja Católica do século XXI defende-os. A história é um longo estendal de crimes imperdoáveis - se nos fixarmos nela, não encontraremos um só período, até ao século XX, em que as pessoas tenham sido consideradas todas igualmente dignas. Ainda hoje, em largas partes do mundo, as mulheres, as crianças ou os pertencentes a etnias diferentes da maioritária são tratados como lixo. A famosa Grécia Antiga era um território de senhores e escravos e uma civilização que oprimia barbaramente as mulheres. Sempre que se fala de pedofilia surgem conversas tão eruditas quanto insidiosas sobre as relações íntimas de aprendizagem entre homens e rapazinhos na Grécia Antiga - como se as iluminações mentais de uma plêiade de filósofos pudessem justificar o injustificável. O brilhantismo de Heidegger não chega para perdoar o nazismo - antes pelo contrário: é importante pensarmos como pode uma cultura subir tão alto e descer tão baixo em simultâneo. A cultura alemã, como a civilização grega, são excelentes campos de análise sociológica, política e filosófica. Como puderam os espíritos criadores da ideia democrática de polis considerar a cidadania como um privilégio dos supostamente mais aptos? De que modos não vigora ainda hoje este entendimento do mundo? A mensagem de Cristo é precisamente a oposta - e se é verdade que a Igreja Católica tem um modo hierárquico e ostentatório de ser e de viver que em nada se coaduna com o modo de viver de Cristo ou a palavra dos Evangelhos, não é menos verdade que é ela quem hoje está, muitas vezes só, junto dos desvalidos. Se assumisse a culpa pelos crimes de pedofilia de um conjunto dos seus elementos, a Igreja estaria a sujar a imagem desses seus outros milhares de padres que se entregam a tornar felizes os que nada têm. Entretanto o julgamento da pedofilia na Casa Pia eterniza-se. Esta semana surgiu a notícia de que uma das vítimas, transformada em mera testemunha porque os abusos de que foi alvo já prescreveram, ameaçou fazer justiça pelas suas próprias mãos contra os arguidos. Notícia sem alarde - talvez porque o presumível autor dos crimes de pedofilia já prescritos é, segundo o "Diário de Notícias", uma "figura do Estado", cujo nome o Tribunal impede que se revele. Não entendo porque razão hão-de prescrever estes crimes - nem, aliás, quaisquer outros. A pedofilia é um crime que se exerce sobre crianças, ou seja, seres frágeis e totalmente desprovidos de poder. É um crime de que a vítima muitas vezes acaba por se sentir cúmplice, e que afecta irreversivelmente a sua identidade e a sua vida. A prescrição, em particular neste crime, representa conivência da lei com o criminoso. A mensagem é a de que, passado um tempo, não há sequelas nem razão para se falar de crime. A revolta desta vítima remetida à brutalidade do papel de testemunha é a prova de que assim não é - e o silêncio obrigatório em torno da "figura do Estado" demonstra quem e o quê está a proteger a Lei: o poder e os poderosos. As ameaças da vítima foram relatadas ao procurador pelo próprio psiquiatra, que teve a coragem de enfrentar o paciente e avisá-lo de que o iria fazer (condição necessária para a quebra do sigilo profissional). Se todos os psiquiatras tivessem esta coragem, haveria certamente menos crimes. Mas enquanto se admitir a prescrição deste crime tenebroso, os pedófilos continuarão impunes. E a culpa não é da Igreja - é dos políticos, que fazem leis para proteger, antes de mais, os seus correligionários. Não há pedófilos e pedófilos: todos são criminosos. É mais que tempo de sairmos da Grécia Antiga.

Texto publicado na edição do Expresso de 10 de Abril de 2010

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 22:39

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Abril de 2010

Férias

 

A partir de hoje estou de férias.

A banhos!

Só vou escrever neste blog quando me apetecer e ninguém tem nada a ver com isso.............................

Ah! Ah! Ah! Ah!

 

Nota - já estive nesta ilha grega. 

publicado por Tubarão às 00:19

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Abril de 2010

Só 308 euros ?

O meu amigo Miguel Xara Brasil diz , e bem, aqui que nos tiraram mais 308 euros , depois de nos terem tirado 56 ainda recentemente!

Mesmo assim tens sorte, pois se fosses da minha idade já tinham começado à uns anitos quando nos tiraram o 13 mês!

 

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 18:00

link do post | comentar | favorito
|

Esqueci-me..................

No fim de semana passado foi o Congresso do PSD. Gostei de ouvir Pedro Passos Coelho, tanto no inicio como no fim!

Informo que não me estou a fazer a possíveis tachos nem a "espreitar" uma futura filiação. Para que fiquemos todos bem esclarecidos!

No domingo, ainda no Pavilhão da Quinta dos Lombos o Dr. Nuno Melo fazia queixinhas dizendo que as ideias de PPC já foram anteriormente anunciadas pelo seu partido.

O senhor eurodeputado, Dr Nuno Melo não teve,  foi tempo para nos dizer onde tinha ido "copiar" essas ideias, mas convinha informar!

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 17:31

link do post | comentar | favorito
|

Final do fim de semana

  1. Excelente nova revista do Expresso, trimestral, Intelligente Life
  2. Fernando Madrinha ( Expresso) no seu melhor a propósito de sumarinos e a propósito de quem manda na TAP!
  3. Na mesma edição do Expresso, Miguel Sousa Tavares pergunta, E MUITO BEM, como pode Mira Amaral indignar-se com os vencimentos de António Mexia se depois de ter estado na CGD 18 meses saiu com uma reforma vitalícia de 18.000€ ?
  4. Por fim, uma nota para as declarações de D José Policarpo, a propósito da crescente denuncia de casos de pedofilia que envolvem a Igreja Católica: "Perdão pelos pecados da Igreja e dos sacerdotes, que indignam o mundo!"Coragem e clarividência!
  5. Faleceu Edward Roberts, criador do primeiro computador pessoal, o Altair 8800
  6. Estou a fazer a mala...................
sinto-me:
publicado por Tubarão às 00:33

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 11 de Abril de 2010

Nova Democracia

Decorreu ontem em Lisboa o congresso da Nova Democracia.

Terminou tambem ontem o meu mandato de Secretário-Geral.

sinto-me:
publicado por Tubarão às 00:13

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 10 de Abril de 2010

Perguntinha

Pela segunda vez faço a seguinte perguntinha:

Porque razão os policias de transito, que estão junto a obras na via publica ,em vez de regularem o transito conversam animadamente com os trabalhadores das ditas obras?

Eles não são pagos para trabalhar ?

sinto-me:
tags:
publicado por Tubarão às 00:10

link do post | comentar | favorito
|

.Facebook

Tu Barao

Cria o teu cartão de visita

.Benfica até debaixo de agua